Bolo de Abóbora Japonesa

Nossa, já faz mais de um ano que não posto nada aqui!

Hoje vou postar uma receita de bolo de abóbora que criei outro dia e que ficou muito bom e nutritivo. Amo abóbora, principalmente a japonesa, que é mais doce e densa. Ah, eu vejo muita gente escrevendo “abóbora kabotchan” e sempre fico com vontade de rir… Primeiro que não é kabotchan, e sim kabotchá. Acho que eles misturam Batchan com kabotchá (rs). Depois, kabotchá é abóbora em japonês, então seria a mesma coisa que dizer abóbora abóbora! Rs.

Quer fazer seu filho comer mais vegetais? É só inlcuir no bolo que ele nem notará😀 Esse bolo é tão nutritivo que é quase um almoço.

Image

Bolo de Abóbora Japonesa

Ingredientes

  1. 1/2 abóbora japonesa orgânica pequena com casca cortada em pedaços
  2. 2 ovos orgânicos
  3. 90 g de açúcar mascavo orgânico
  4. 30 g de coco ralado
  5. 100 g de óleo de coco orgânico derretido
  6. 120 g de farinha de trigo integral orgânica
  7. 1/2 colher de chá de noz moscada ralada na hora
  8. 1 colher de chá de canela
  9. 1/2 xícara de sementes de abóbora crua

Pré-preparo

  1. Unte uma forma pequena com óleo de coco e polvilhe com farinha.
  2. Pré-aqueça o forno a 170ºC.

Modo de fazer

  1. Asse a abóbora numa assadeira rasa forrada com papel alumínio a 180ºC por 20 minutos ou até ficar totalmente macia. Deixe esfriar.
  2. Coloque os ovos e o açúcar mascavo no liquidificador e bata até ficar bem volumoso e cremoso.
  3. Acrescente a abóbora e o coco ralado e bata mais um pouco.
  4. Vá acresentando o óleo de coco pela abertura da tampa do liquidificador aos poucos enquanto bate.
  5. Quando a mistura estiver totalmente homogênea, sem pedaços de abóbora, transfira para uma tigela grande.
  6. Acrescente a farinha, a noz moscada e a canela peneiradas juntas e misture com uma espátula de silicone, com cuidado para não desfazer a cremosidade da massa.
  7. Quando a massa estiver homogênea, acrescente as sementes de abóbora e misture mais um pouco.
  8. Tranfira a massa para a fôrma, decore com algumas sementes de abóbora e asse a 170ºC por 50 minutos a uma hora.

Chai com leite de amêndoas

Desde que fiz o meu primeiro leite de amêndoas, viciei nele e mesmo durante a minha viagem de um mês no Japão, não deixei de fazer e de tomar esse incrível leite. Eu não tomo mais leite de vaca há anos e não sinto falta, mas tem algumas coisas que se faz com leite que eu amava e sinto falta, e uma delas é o chai. Já faz um tempo que fico pensando se dá para fazer chai com leite de amêndoas e se der, deve ficar incrível. Como tinha lido em algum lugar que não se pode aquecer demais ou ferver leites vegetais como o de amêndoas, eu fiquei na dúvida.

Mas hoje resolvi fazer o teste, já que tinha trazido um chá Assam orgânico do Japão. Assam é o nome de uma região na India, onde se produz um tipo de chá preto bastante intenso e apropriado para chai por sua profundidade no sabor, já que o chai é feito com leite. O meu vem da fazenda Banaspaty e é orgânico e Fair Trade.

Levando em consideração que o leite de amêndoas não pode ferver, a primeira coisa que fiz foi colocar o leite numa panela e liguei o fogo mais baixo possível. Coloquei cardamomos inteiros, cravos e canela em pó. Deixei o leite esquentar com essas especiarias para transferir o sabor lentamente e quando vi que já estava bem quente e um pouco antes de ferver, coloquei as folhas de chá, desliguei o fogo e tampei a panela. Deixei em infusão por uns 6, 7 minutos.

IMG_5447

Quando abri a tampa da panela, senti um aroma delicioso e fiquei muito feliz que o leite não tinha coalhado com a ação do calor. Por enquanto, tinha dado certo. Agora era só coar e tomar. Não acreditei! O chai ficou muito além das expectativas! Ficou muito cremoso e incrivelmente saboroso. Acho que mesmo tendo tomado o cuidado de não ferver o leite, com a ação do calor, ele engrossou bastante. A maioria das pessoas faz chai com uma mistura de água e leite, em proporções diversas dependendo do gosto, mas geralmente meio a meio. Eu gosto de fazer o meu 100% com leite, tem gente que acha muito pesado, mas eu adoro.

IMG_5451

Fiquei muito feliz com o resultado e acho que essa vai ser a minha bebida matinal por um bom tempo! Se tem algum ajuste a fazer no meu chai com leite de amêndoas seria aumentar um pouco a quantidade de folhas de chá, para intensificar ainda mais o sabor.

Pão de trigo e centeio com alecrim, amaranto e mel

Meu último pão sem sova foi esse, de trigo e centeio com alecrim fresco, amaranto em flocos e mel.

O pózinho do lado de fora é germe de trigo.

Amo a textura que a farinha de centeio dá ao pão. Fica ainda mais elástico e chewy!

Os ingredientes que usei:

  • 286g de farinha de trigo branca orgânica
  • 72g de farinha de trigo integral orgânica
  • 72g de farinha de centeio orgânica
  • 1 1/4 colher de chá de sal rosa do Himalaia
  • 1/4 colher de chá de fermento biológico seco instantâneo
  • 1 1/2 xícara de água
  • 3 colheres de sopa de amaranto em flocos orgânico
  • 1 colher de sopa de mel orgânico
  • 1 punhado de folhas de alecrim fresco orgânico picadas

Pão de fubá com alecrim

O pão de hoje foi de fubá com alecrim🙂

Image

As farinhas que usei foram as de trigo branca orgânica, de fubá orgânica e de centeio orgânica.

Image

E pela primeira vez, coloquei azeite (de oliva extravirgem). Já estava querendo fazer um pão com azeite faz um tempinho, mas tinha ouvido falar que o azeite inibe a ação do fermento. Por isso, só coloquei um pouquinho, acho que foi tipo uma colher de sopa, por cima da massa já crescida e já na panela, segundos antes de ir para o forno. O azeite não ficou muito presente no resultado final, não sei se porque foi pouco ou porque ficou só na superfície e não na massa toda. Da próxima vez vou arriscar colocar na massa desde o começo.

Pão com chocolate amargo

Não falei que ia fazer um pão com chocolate amargo? E fiz!

Ahhh, ficou incrível! Fiz com chocolate amargo com 80% de cacau. As farinhas que usei foram de trigo branca orgânica e de centeio orgânica. Adoro a textura que o centeio dá no pão!

Pão de Amêndoas com Damasco

O pão de hoje foi de amêndoas com damasco!

Mais uma vez o método sem sova na Le Creuset não me traiu🙂

Uma bela crosta caramelizada e crocante e um miolo elástico e saboroso!

Até agora o meu sabor preferido é o de figo seco com alecrim, mas esse estava incrível também. Tenho vontade de fazer um de chocolate amargo. Acho que vai ser o próximo…

Azeite de alecrim & casca de limão cravo

Hoje foi dia de feira de orgânicos, lá no Parque da Água Branca. Comprei alecrim. Gosto de usar as ervas enquanto ainda estão frescas então já fiz um monte de coisa com alecrim, chá, bolo, e esse azeite.

Coloquei um pouco das folhas de alecrim e 4 pedacinhos de casca de limão cravo no processador e adicionei azeite de oliva extravirgem.

Bati, coei e pronto.

Só colocar no vidro e guardar na geladeira. Mas antes de cada uso, é bom tirar da geladeira uma meia hora antes para deixar na temperatura ambiente.

Provei uma colherada do óleo puro e achei que o sabor ficou um pouco forte demais, talvez a quantidade de alecrim tenha que ser bem menor. Mas como tempero diluído na comida, pode ficar bom🙂